Intolerância e alergia à lactose: cuide da sua alimentação!!

O número de pessoas alérgicas ou intolerantes a alimentos tem aumentado. Mas, o que fazer e principalmente, o que comer quando o leite é o principal vilão?

Veja as dicas que a Alergoshop traz para você. Intolerância e alergia à lactose

Alergoshop comercializa produtos livres lactose para deixar o cotidiano das pessoas mais prático

Dor abdominal, dificuldade para deglutir, irritação na boca, na garganta, nos olhos, na pele ou em qualquer outra região, além de tontura ou desmaio são alguns dos sintomas de uma alergia ou intolerância alimentar.

Em constante crescimento, segundo dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), as reações alérgicas a alimentos estão relacionadas à produção de um tipo de substância pelo organismo, denominada anticorpos imunoglobulina E (IgE), que provoca alergias a alimentos, como leite de vaca, clara de ovo, trigo, soja e peixe, por exemplo.

As reações alérgicas podem ter raízes na predisposição genética e ser percebidas em cerca de 8% das crianças com até três anos de idade. Já entre os adultos, estima-se que a prevalência seja de 2% a 4%.

No entanto, ficar atento aos sinais que o corpo apresenta é importante para descobrir e amenizar o problema. “Estava emagrecendo rápido e tinha constantes dores abdominais e de cabeça. Então, comecei a investigar o porquê disso. Em conversa com minha mãe, ela lembrou que até os meus oito anos de idade, tive intolerância à lactose e no ano passado, o problema voltou”, conta o empresário, Brandt Patrima, 28.

 

O que comer?

 

“Evito comer alimentos que contenham traços de leite em sua composição e uso uma enzima trazida dos Estados Unidos, a Lact Aid”, relata o empresário, ao destacar que ainda tem “dificuldades para frequentar restaurantes , bares e lanchonetes, já que raramente encontro receitas que não tenham nada feito com leite”, relata.

Como os sintomas podem aparecer imediatamente ou até duas horas depois da ingestão do alimento, todo cuidado é pouco. Porém, a maior dificuldade de quem possui tais reações alérgicas é encontrar algo adequado e saboroso para ingerir. 

E, para atender pessoas como Brandt Patrima e a demanda do mercado, aAlergoshop, especializada em produtos hipoalergênicos e responsáveis, comercializa alimentos sem glúten e sem lactose. Dentre os produtos vendidos estão: mistura para bolo, leite condensado, leite em pó e chocolate.

Confira mais detalhes dos produtos:

  • Chocolate de Soja Choco Soy Pops Zero – Flocos de arroz cobertos com chocolate sem lactose, sem glúten e sem adição de açúcar – Preço Sugerido R$ 5,15
  • Chocolate de Soja Choco Soy Mais – wafer recheado coberto com Choco Soy, o produto não conta com adição de lactose, caseína ou gorduras – Preço Sugerido R$ 6,10
  • Soymilke Condensado de soja – obtido a partir do extrato de soja, o condensado é livre de lactose, caseína, glúten, colesterol e gordura trans, e é produzido com soja não transgênica – Preço Sugerido R$7,90
  • Mistura para Bolo Chocolate – recomendado para intolerantes à lactose, celíacos e alérgicos à caseína, o alimento é leve, saboroso e produzido com açúcar orgânico, livre de lactose, glúten e caseína – Preço Sugerido R$ 9,95
  • Leite de Soja em Pó Soymilke Natural Lata – indicado para intolerantes à lactose e alérgicos à proteína do leite – Preço Sugerido R$ 23,40

 ***Mais informações sobre a Alergoshop podem ser obtidas pelo SAC sac@alergoshop.com.br ou pelo 0800 122276, das 9h às 18h.

Sobre a Alergoshop

 Fundada em 1993, a Alergoshop foi a primeira empresa no país a entender as reais necessidades das pessoas alérgicas. Especializada em produtos hipoalergênicos conta com 10 lojas e mais de 50 itens de fabricação própria e possui 10 diferentes linhas de produtos que incluem cosméticos, capas antiácaro, desodorantes, hidratantes, protetores solares, repelentes, produtos de limpeza, espaçador, desumidificador, umidificador purificadores de ar entre outros.Em 2012 a empresa decidiu apostar no mercado de franquias e já soma seis unidades franqueadas, sendo cinco no Estado de São Paulo e uma no Espírito Santo, em Vitória. A Alergoshop não testa seus cosméticos em animais, não utiliza parabenos e se dedica ao máximo para sempre usar componentes de origem vegetal em suas fórmulas.

 

Deixe um comentário